Conheça Varsóvia! (Polônia 01)

Depois de muito pensar sobre nosso próximo destino, resolvemos sair de Berlim com destino à Polônia! Terra de nada menos que Frédéric Chopin e Nicolau Copérnico! Nossa primeira parada foi a capital Varsóvia. Chegamos por volta das 17h e já era noite. Fomos para o albergue deixar as mochilas e de lá partimos pra cidade velha, pois sabíamos que lá havia maior concentração de pubs e restaurantes. O albergue não era perto e tivemos que pegar um ônibus. Isso foi um pouco chato, pois estava muito frio! Foi a cidade que mais passei frio durante toda a viagem. Fazia -5 graus e o vento entrava na alma! Mesmo assim, lá estava eu andando na rua encantada com tudo!


Nos meus primeiros passos já encontrei a Universidade de Varsóvia, com uma estátua enorme de Nicolau Copérnico, matemático e astrônomo que desenvolveu a teoria heliocêntrica.

A Universidade fica na famosa Rua Krakowskie Przedmieście. Como vocês podem ver pelas fotos, em época de Natal ela fica maravilhosa. Além de toda decoração, havia exposições ao ar livre sobre a história do país.

Depois de passar pela Universidade Varsóvia e também o monumento de Nicolau Copérnico, encontrei o Palácio Presidencial, onde o presidente da Polônia reside.

Ao final da rua a gente chega à famosa Cidade Velha. Foi lá que finalizei meu primeiro dia na capital da Polônia, dentro de um pub bem quentinho! Descobri que na Polônia é proibido beber na rua (só na calçada!) e que os poloneses bebem cinco vezes mais rápido do que eu!

No dia seguinte partimos novamente para Old Town de Varsóvia. Caminhamos até o final da Rua Krakowskie Przedmieście e encontramos uma arquitetura belíssima! O dia estava lindo e o céu azul deixou tudo ainda mais encantador.


O Market Place é a praça central e uma das primeiras coisas que me chamou a atenção nela foi uma coluna bem alta, com um monumento em seu topo. O nome dela é Coluna de Sigismundo, homenagem ao Rei da Polônia de mesmo nome que transferiu a capital da Polônia de Cracóvia para Varsóvia.


Outro monumento na Old Town é a “Sereia de Varsóvia”, que carrega uma lenda. Os moradores contam que a sereia estava nadando pelo Rio Vístula em direção a Varsóvia, quando alguém a aprisionou. Porém, um pescador conseguiu libertá-la e, como forma de agradecimento, ela prometeu proteger todo o povo da cidade!

O Castelo de Varsóvia também fica nos arredores do Market Place. Quando fui estava sendo reformado e não visitei seu interior.

A Old Town de Varsóvia é rodeada por uma grande muralha que tinha o objetivo de proteger o povo contra invasões. Até hoje conseguimos visualizar parte dela bem como a entrada que dava acesso a cidade.


Junto à muralha há um monumento importante chamado “Mały Powstaniec”, homenagem às crianças polonesas que lutaram em 1944 no Levante de Varsóvia, uma guerra onde o exército clandestino polonês tentou livrar a cidade do domínio nazista.

Próximo também a muralha fica a Estátua de Marie Skłodowska Curie, uma grande cientista polonesa que criou a teoria da radiatividade e descobriu dois elementos: o polônio (homenagem ao seu país) e o rádio. Foi a primeira mulher a obter dois prêmios Nobel ao longo da vida.


Da Old Town temos uma ótima vista do Estádio Nacional de Varsóvia. Mesmo conhecendo somente do lado de fora a estrutura é de encher os olhos. Já sediou a UEFA, possui teto retrátil e campo aquecido. Nada mais justo no terrível frio polonês!


Outro lugar interessante para visitar em Varsóvia é o “Túmulo do Soldado Desconhecido”. Esse tipo de memorial é encontrado em vários países e tem o objetivo de honrar os soldados que lutaram em guerras, mas nunca foram encontrados ou identificados. Em Varsóvia o monumento foi feito onde ficava o Palácio Saxão, destruído no fracassado “Levante de Varsóvia”. Os pilares ainda são originais do Palácio. Lá existe uma chama que nunca se apaga e os soldados guardam o local constantemente.


Junto ao “Túmulo do Soldado Desconhecido” está o Jardim Saxão. Quando estive lá o frio estava me congelando! Eu precisei ficar intercalando com caminhadas e lugares quentinhos pra aquecer o corpo! O jardim é fantástico, muita área verde, espaço pra fazer exercício e levar o cachorro pra brincar. Tem até um lago cheio de patinhos. Há também a Fonte Marconi e um relógio solar. Com certeza, um dos lugares mais bonitos de Varsóvia!


E por último, mas não menos importante, sempre é bom experimentar alguma comida local. Esse pastelzinho se chama Pierogi, muito encontrado em Varsóvia. O prato é cozido para depois ser frito ou assado. Normalmente frito no alho, com os mais diversos recheios! Eu comi assado e cozido, com recheio de carne e chucrute! Recomendo!

Eu cheguei até Varsóvia de trem. Minhas viagens pela Europa são sempre de trem e particularmente adoro! Eu uso o Eurail Pass. São diversos tipos de passes e você escolhe qual se encaixa melhor em sua viagem. Pra maiores informações clique aqui.

Para hospedagem em Varsóvia acesse o Booking.com por aqui!

E não esqueçam que na Europa o seguro viagem é obrigatório. É por isso que o Viaje24h tem parceria com a SegurosPromo. Você vai achar seu seguro ideal clicando aqui.

Se você usar os atalhos disponibilizados aqui no site do Viaje24h, nós recebemos comissões e com elas divulgamos e impulsionamos o blog para crescer. Então se você gostou do conteúdo, use nossos atalhos!