Frankfurt: 10 dicas do que fazer e onde se hospedar

Conheci Frankfurt em minha segunda viagem à Alemanha. Como a cidade possui um dos aeroportos mais importantes do mundo, consegui um voo direto do Brasil. Foi assim que Frankfurt acabou sendo minha primeira parada de uma viagem de 30 dias por 10 países da Europa. Veja a seguir todas as minhas dicas e os lugares que visitei:


1 - Römerberg

O primeiro lugar que fomos foi a Altstadt, ou cidade velha, onde fica a famosa Praça Römerberg. Com certeza é o cartão postal da cidade e o local mais procurado pelos turistas. É aqui que acontecem os lindos Mercados de Natal todo ano. Como cheguei na cidade dois dias depois do Natal, os mercados já haviam sido fechados. Em outras cidades como Berlim, os Weihnachtsmarkt permanecem até dia 31 de dezembro.


A Römerberg é considerada a praça do comércio e ao seu redor há diversos pubs e restaurantes pra tomar uma boa cerveja e comer salsicha!

Como visitei no inverno, o ideal foi ficar bem quentinha dentro de um pub. Descobri o Alten Limpurg e, como estava frio, uma sopinha de batata com salsicha caiu muito bem. Gostei tanto que fui dois dias seguidos.


No verão a vibe da praça também é maravilhosa. Os bares e restaurantes colocam as mesas nas ruas e tudo fica muito animado para aproveitar a estação!


2 - Ostzeile

Os prédios coladinhos da foto se chamam Ostzeile. Na imagem não aparecem todos, mas são seis no total, com a famosa e fofíssima arquitetura típica alemã. Este complexo arquitetônico é muito tradicional e faz parte da identidade do centro histórico da cidade.


3 - Rathaus – Prefeitura de Frankfurt

Nos arredores da Römerberg também fica o prédio da prefeitura denominado Römer, que significa romano e faz referência a colonização romana que aconteceu ali. A prefeitura funciona no mesmo local há mais de 600 anos! Sua arquitetura é peculiar e caracteriza bem a cidade de Frankfurt.


4 - Catedral de Frankfurt - Frankfurter Dom

A Catedral de Frankfurt, também denominada Catedral Imperial de São Bartolomeu, possui uma arquitetura gótica e imponente. Eu particularmente acho maravilhoso o estilo gótico! A parte interna é ainda mais linda, possui um órgão enorme e imagens fantásticas. Localiza-se nos arredores da Römerberg e a entrada é gratuita. Não pode deixar de conhecer.


5 - Paulskirsche – Igreja de São Paulo

Bem próximo a Römerberg está a Paulskirsche, ou Igreja de São Paulo, onde funciona o Memorial da democracia alemã. É um lugar muito bonito para visitar e a entrada é gratuita. Hoje acontecem shows e exposições, e o local possui uma arquitetura com formato arredondado de tijolos vermelhos.




6 - Eiserner Steg

Continuando minhas andanças por Frankfurt, fui até a Eiserner Steg, a famosa ponte de ferro que atravessa o Rio Main e liga a Römerberg até o distrito de Sachsenhausen.

A ponte é tomada por cadeados fofos cheios de promessas de amor. A vista do Rio Main e os barcos passando formam um lindo cenário!



7 – Passear de barco pelo Rio Main

Neste tópico eu vou dar uma dica que gostaria de ter feito, mas não fiz. Eu sempre tento passear de barco nas cidades que possuem rios que as atravessam, como Budapeste, por exemplo. Também andei pelos canais de Amsterdã. Confesso que não empolguei muito pelo frio que estava fazendo nos dias que fiquei em Frankfurt. Claro que no verão é sempre mais legal de fazer, mas se fosse hoje eu teria feito mesmo no inverno. Com certeza farei em minha próxima vez visitar a cidade.



8 - Euro Tower

Você já deve ter visto em algum lugar uma escultura enorme com o símbolo do Euro, certo? Pois ela localiza-se em Frankfurt, tem 14 metros de altura e pesa 50 toneladas. Fica em frente ao prédio do Branco Central Europeu (BCE).

Frankfurt tem também seu lado moderno, cheio de arranha-céus. Inclusive a Main Tower possui um rooftop aberto à visitação. Eu acabei não visitando, mas deixo aqui a dica pra quem gosta de apreciar uma boa vista panorâmica da cidade.


9 - Bairro da Luz Vermelha

Apesar do nome, é o melhor lugar para se hospedar em termos de localização. Fica ao lado da Hauptbanhof Frankfurt am Main, a estação central de trem, onde há linhas para qualquer canto da Europa.




Dica de hospedagem:

Fiquei hospedada no Hostel Five Elements. Achei o custo benefício ótimo e fica somente há 10 minutos da estação a pé. No vídeo a seguir eu mostrei em detalhes:



Do hostel conheci a maior parte do centro histórico caminhando sem me preocupar com gastos com transporte. O bairro possui este nome, pois é uma zona da cidade cheia de cassinos e bordéis (a prostituição é legalizada na Alemanha). À noite as ruas ficam iluminadas das mais variadas cores e, para quem gosta de uma vibe mais underground, muitos pubs existem nesta região.


10 – Caminhar e curtir a cidade

E não tem nada melhor do que caminhar e curtir uma cidade que a gente ainda não conhece! Vejam algumas fotos das minhas andanças por Frankfurt. Mesmo com dias chuvosos, a cidade é bem interessante!




Como planejar sua viagem

Quem tem juízo não viaja sem seguro viagem! Pensa no transtorno que pode dar se algo acontecer? Sem falar nas despesas no exterior que são exorbitantes. Se você morre economizando como eu pra poder viajar, diante de um imprevisto tem tudo pra voltar falido!

Depois de muitas experiências boas, firmei parceria com a Seguros Promo. É o melhor site pra achar o seguro ideal com o melhor custo benefício. Se você nunca comprou e está inseguro, aqui tem o guia definitivo sobre como funciona tudinho. Sem falar que o site tem todo o aparato pra você comprar sem medo de errar. Fique tranquilo.

Se você procura por promoções, procure aqui e tenha os melhores preços de passagens Aéreas e chip de viagem pra viajar 100% conectado.

Para finalizar, aqui você tem uma infinidade de opções de hospedagem para avaliar qual se encaixa no seu perfil.