• Cintia Caciatori

Hospedagem em Cuba: O que você precisa saber para hospedar-se em residências familiares


A experiência com hospedagem que tive em Cuba foi bem diferente de todas que já vivi, pois fiquei hospedada nos lares das famílias cubanas. Principalmente o Tiago tinha essa vontade e a gente sempre falava sobre isso. Além de ser bem mais barato, a imersão cultural é muito maior.

Por indicação de amigos conseguimos o contato da Irina, do belisimacuba.com. Ela foi nossa conexão com as famílias. No site é possível ver algumas casas e combinar com ela as datas. Recomendo o contato com a Irina, ela também faz passeios guiados e experiências gastronômicas. No Instagram e Facebook a página se chama @cubahoy.


Prédios em Havana Vieja

As famílias se cadastram num programa do Estado para poder receber turistas. Nas três cidades que conhecemos pagamos U$25 a diária. Ouvimos muitas histórias dos anfitriões e, entre uma conversa e outra, perguntei sobre as despesas de hospedar turistas, se realmente valia a pena. Soube então que uma porcentagem volta para o Estado, água é de graça e energia elétrica custa em torno de 1 dólar por mês. Ou seja, compensa.

Hospedar turistas em casa é uma prática bem comum em Cuba e muito segura. Assim como tudo em Cuba. O país é extremamente seguro, principalmente para os turistas. Em Havana ficamos em dois apartamentos, pois depois de passar alguns dias na capital, fomos conhecer Varadero e Trinidad. Quando retornamos, já era outra casa que estava disponível.

Foto da esquerda para direita: Irina, Dona Fedora e eu.

O primeiro apartamento que nos hospedamos foi da dona Fedora, uma senhora simpática que adora conversar. Fomos muito bem tratados e ela oferece café da manhã por U$5.

Fica localizado em Havana Vieja e perto de tudo, deu de conhecer muita coisa a pé. Isso é bem importante já que os táxis são bem caros: Contei tudo aqui.


Casa dona Fedora em Havana

Depois de Havana fomos até Varadero, tentamos reservar um hotel no booking pra passar 2 dias na cidade. Descobrimos que dentro de Cuba não é possível fazer reserva pelo booking. A gente costuma muito reservar hotel de um dia pro outro enquanto viajamos. Nada é programado com muita antecedência. Neste caso conseguimos uma casa pelo Airbnb, mas poderíamos ter conseguido com a Irina também.


Hospedagem em Cuba: O que você precisa saber para hospedar-se em residências familiares


Varadero é uma cidade linda (assista ao vídeo). Ficamos numa casa arborizada ao lado do mar, um mar incrível! Nesta casa também tomamos café por um valor extra.


Café da manhã no jardim de casa em Varadero


Depois seguimos até Trinidad. A Irina reservou uma casa pra gente bem no centro histórico. A arquitetura das casas engana bastante, olhando de fora não parecem ser tão grandes. Mas quando entramos porta a dentro, percebemos que as casas são enormes, com jardim interno e até sacada.


Arquitetura das casas em Trinidad

Está é a casa Nairobi Sanchez. A família assistia toda noite uma novela brasileira que passava na TV. Lá as novelas fazem sucesso.

Interior da casa em Trinidad

Outra dica de Trinidad é que se você for sem nada reservado não terá problema algum. Quando saímos da rodoviária, diversas pessoas estavam oferecendo hospedagem, tinham fotos nas mãos dos cômodos e tudo mais.

Por último, quando regressamos a Havana ficamos no apartamento da dona Maria Lidia. Um lugar alto, limpo e arejado com uma linda vista da cidade. Ela é viúva, mora sozinha e é muito simpática! Rendeu boas conversas sobre a história de Cuba.


Vista da sacada apto Dona Lidia
Quarto da casa da Dona Lidia

Quer saber tudo sobre Cuba? Então veja também:

Transporte público em Cuba: como viajar entre as principais cidades e locomover-se dentro delas

Como usar internet em Cuba

O que fazer em Havana: 16 lugares que você não pode deixar de conhecer!

No canal do Youtube do Viaje24h você vai encontrar vídeos detalhados de toda viagem a Cuba e também de muitos países mundo afora. Inscreva-se: