• Cintia Caciatori

Havana: conheça o Museu da Revolução Cubana e seus principais personagens

Conhecer o Museu da Revolução Cubana é um programa importante e imperdível para quem estiver em Cuba. A visita é uma ótima oportunidade para entender a história de um país com uma política diferente da nossa, independentemente de ser a favor ou não da forma como o país é conduzido.

Está localizado na capital Havana, mais precisamente em Havana Vieja, em frente à Praça 13 de Março. Através dela já se avista o Malecón Habanero.


Praça 13 de Maio

O museu expõe todos os detalhes da Revolução Cubana, uma guerra que veio a derrubar o ditador Fulgencio Batista. Antes da revolução o local onde hoje é o Museu era o Palácio Presidencial.


Eu no Museu da Revolução em Havana

O museu mostra as táticas de guerra, os principais locais de atuação, pertences pessoais dos guerrilheiros e como se desenvolveu a história do país após a vitória.



Cuba antes do sucesso da Revolução Cubana era o quintal dos Estados Unidos. Os americanos vinham para curtir as lindíssimas praias, jogar e beber. A prostituição também era muito comum. Havia uma grande discriminação social e racial, mesmo num país onde a maioria da população é negra. Tudo isso é muito bem retratado no filme Soy Cuba. É um filme bem parado e um pouco difícil de assistir, mas explica bem como era Cuba antes da Revolução.


Havana: conheça o Museu da Revolução Cubana e seus principais personagens


Após a vitória, Cuba implementou um sistema de saúde do país e criou um programa de alfabetização e educação em massa. Por esses e muitos outros motivos, os Estados Unidos entenderam esses avanços como uma ameaça e aplicaram embargos econômicos ao país, que existem até hoje.

Um fato inusitado é que o embargo feito após a Revolução ocorreu no mandato do Presidente Kennedy, grande apreciador do Cohiba, famoso charuto cubano. Por conta disso, ele pediu que enviassem uma grande quantidade do charuto antes de efetivar o embargo. História contada pelos próprios cubanos em um dos vários bate papos que tivemos na viagem.


Os principais nomes da Revolução Cubana são:


Camilo Cienfuegos

Foi o primeiro revolucionário a entrar em Havana e enfrentar o regime do ditador Fulgencio Batista. Era chamado de “comandante do povo” e desapareceu de forma enigmática. Até hoje ninguém sabe ao certo o que aconteceu.


Foto de Camilo Cinfuegos no Museu da Revolução

Em 28 de outubro de 1959 logo após o sucesso da revolução, ele embarcou num avião na cidade de Camagüey com destino a Havana. O avião desapareceu e nunca mais foi encontrado. Alguns dizem que caiu no mar, mas tudo não passa de especulação.

Seu desaparecimento foi uma grande tristeza para a nação e ele foi considerado um mártir da Revolução. Eu fico aqui imaginando se ele não pegou esse avião e foi viver numa ilha deserta, ou trocou de identidade pra viver uma vida lown profile? Quem sabe?!


Che Gevara

Ernesto Rafael Guevara de la Serna é o rosto mais popular de Cuba. Sua foto emblemática está em todo lugar.


Imagem de Che Gevara na Plaza de La Revolución

Foi um médico argentino que, quando ainda estudava medicina, pegou uma motocicleta e foi viajar pela América Latina. A história foi contada no filme Diários de Motocicleta.

Depois de presenciar miséria e pobreza, mudou sua visão de mundo e resolveu participar de reformas sociais, inicialmente em Guatemala.


Biografia de Che Gevara no Museu da Revolução

Mais tarde conheceu Fidel Castro e Raul Castro e se envolveu na Revolução que acabaria derrubando o ditador Fulgencio. Após o sucesso da Revolução, desempenhou diversos papéis no governo do país. Um deles era de diplomata e tinha como objetivo fomentar o regime em outros países.

Quando foi à Bolívia, acabou sendo capturado e executado por uma operação assistida pela CIA.


Fidel e Raul Castro

Os irmãos era filhos de fazendeiros e possuíam muitos bens. Raul foi estudar direito na Universidade de Havana e mudou sua visão política. Acabou transformando a Universidade no berço da Revolução comandada por ele. Ambos irmãos lutaram pela causa.

Comandou o país até 24 de fevereiro de 2008 e, por questões de saúde, passou o poder a seu irmão Raul, que governou até 2018.

Fidel Castro morreu em Havana no dia 25 de novembro de 2016. Foi uma comoção geral dos cubanos. Seu irmão, apesar de não ser mais o presidente, ainda continua vivo.


Cuba venceu um ditador na revolução, mas acabou se tornando uma ditadura de proletariado comandada por Fidel.

Erradicou a mortalidade infantil, desnutrição, analfabetismo. Proporcionou saúde e educação à todos sem distinção. Fato que até hoje ainda acontece.

Por outro lado, os meios de comunicação são controlados e a liberdade de expressão é questionada.


Estátua de Che, Fidel e Cinfuegos dentro do Museu

Todos esses nomes importantes da revolução dividem opiniões ao redor do mundo. Principalmente Fidel Castro, que foi acusado de violar diversos direitos humanos, como a perseguição aos homossexuais.

Também foi acusado de viver com luxo e fortuna durante toda sua vida, apesar de nunca ter sido provado nada.


Eu fiz um vídeo e mostrei minha visita ao museu juntamente com a Universidade de Havana:


Se você gosta de visitar museus, não deixe de conferir tudo sobre o Museu Nacional de Antropologia do México, do blog Viajando com a Cintia. Já no Havaí o blog Mistras escreveu sobre os Museus em Oahu. Mudando de continente, o blog abcdosviajantes foi pra Itália e visitou o Museu Enzo Ferrari.

No Brasil, o blog Viaje com a Norma explica tudo sobre o Museu Náutico de Salvador, e o blog Enquanto Elas Crescem mostra onde fica o maior Maior Museu de história Natural da América Latina.

Para quem gosta de futebol, o blog Flor na Cabeça visitou o Memorial das Conquistas do Santos FC e, para finalizar, o blog Dica das Twins analisou o Museu: do Clássico ao Tecnológico.


Havana: conheça o Museu da Revolução Cubana e seus principais personagens


Se você quer saber mais sobre Cuba veja também:

Transporte público em Cuba: como viajar entre as principais cidades e locomover-se dentro delas

Como usar internet em Cuba

O que fazer em Havana: 16 lugares que você não pode deixar de conhecer!

Hospedagem em Cuba: O que você precisa saber para hospedar-se em residências familiares


No canal do Youtube também tem muitos vídeos! Dá uma espiada e se gostar, inscreva-se: